Quarto do Miguel

QUARTO DO MIGUEL

Tijuca, Rio de Janeiro

2019

Fotografia: Renata Freitas 

 

A ideia principal era fazermos um quartinho de bebê sem gênero. Pra isso, escolhemos uma paleta de cinza, branco, preto, madeira e, pra alegrar, pequenos pontos de cor amarelo na decoração. 

 

O apartamento não tinha teto rebaixado - o que não permitia possibilidades de luz indireta para a mãe amamentar durante a madrugada ou pra trazer um aconchego maior na hora de pôr o bebê pra dormir.

Solucionamos a iluminação através da marcenaria. Através de um painel ripado até metade da da parede, embutimos uma fita de led, que trouxe todo o clima acolhedor que um quarto de bebê deve ter. 

 

Restauramos o berço antigo, que foi do primo. Além do valor afetivo, era lindo. Para trazer um pouco do lúdico para quarto, optamos por adesivos de parede e alguns itens de decoração que remetesse ao céu.